Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Unimed Bauru inicia cirurgias robóticas - Centenário FM

Fale conosco via Whatsapp: +55 16 33853039

No comando: Painel Flashback

Das 00:00 às 02:00

No comando: Love Line

Das 00:01 às 03:00

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 00:01 às 06:00

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 02:00 às 03:45

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 03:00 às 07:00

No comando: Sertão Caboclo

Das 03:45 às 06:00

No comando: Só Clássicos Sertanejos 1 Ed

Das 06:00 às 07:00

No comando: Saudade Jovem

Das 06:00 às 09:00

No comando: Na Luz do Espiritismo

Das 07:00 às 07:20

No comando: Centenário Notícias

Das 07:00 às 09:00

No comando: Fala Comigo Senhor

Das 07:20 às 08:00

No comando: Domingão Sertanejo

Das 08:00 às 10:00

No comando: Manhã Sertaneja

Das 09:00 às 12:00

No comando: Balancê

Das 09:00 às 12:20

No comando: Coração Sertanejo

Das 10:00 às 12:00

No comando: Top 20

Das 12:00 às 13:00

No comando: Gospel Mix

Das 12:00 às 13:00

No comando: Top 30 2ED

Das 12:00 às 16:00

No comando: Vôo 104

Das 13:00 às 16:00

No comando: As Mais Mais

Das 13:00 às 16:00

No comando: Arena Sertaneja

Das 16:00 às 17:30

No comando: Relíquias Sertanejas

Das 16:00 às 19:00

No comando: Circuito de Rodeio

Das 16:00 às 19:00

No comando: Só Clássicos Sertanejos 2 ED

Das 17:30 às 19:00

No comando: Santa Missa

Das 19:00 às 20:00

No comando: Voz do Brasil

Das 19:00 às 20:00

No comando: Fetsival Sertanejo

Das 19:00 às 21:00

No comando: Vitrine Musical

Das 20:00 às 22:00

No comando: Vinicius e Augusto

Das 20:00 às 22:00

No comando: Território Sertanejo

Das 20:00 às 22:00

No comando: Top 30 1 ED

Das 21:00 às 23:00

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 22:00 às 23:59

No comando: Lovenejo

Das 22:00 às 23:59

No comando: Love Line

Das 23:00 às 23:59

Unimed Bauru inicia cirurgias robóticas

O Hospital Unimed Bauru (HUB) acaba de entrar em uma nova era da área de cirurgias: a da robótica. A instituição é a primeira do Sistema Unimed no País a contar com esta tecnologia, considerada um grande avanço da Medicina.

“Estamos sempre em busca de inovações, com o objetivo de oferecer aos nossos beneficiários atendimento de qualidade, seguro e inovador”, destaca o diretor técnico do HUB, João Luis Trentini.

O centro cirúrgico da instituição foi ampliado e ganhou um novo espaço destinado à cirurgia robótica. Nele, foi instalada a mais moderna versão do robô Da Vinci Xi, da Intuitive Surgical, fabricado em Sunnyvale, na Califórnia (EUA).

O equipamento possui novo design, com imagens 3D, quatro braços mais finos e de longo alcance. “O sistema Da Vinci Xi eleva a tecnologia minimamente invasiva a outro patamar, pois oferece acesso anatômico revolucionário, visão 3D HD cristalina e uma plataforma totalmente construída para tecnologias avançadas. Ele permite fazer uma incisão menor, gerando maior mobilidade, maior alcance e imagens mais nítidas para os cirurgiões, em termos de procedimento. A precisão do robô consegue zerar o tremor do médico e alcançar cavidades que a mão humana não conseguiria”, destaca o diretor.

COMO FUNCIONA

O robô é um equipamento com quatro braços, totalmente automatizado, operado pelo médico de maneira remota, através de controladores tipo “joystick”. Este sistema reproduz os movimentos para os instrumentos robóticos que se tornam mais precisos e atingem posições difíceis de se reproduzir pelo punho humano.

As incisões são semelhantes às das videolaparoscopias tradicionais, com a vantagem de serem mais precisas. Com alta definição e tecnologia 3D, as imagens ganham amplitude e atingem dez vezes o tamanho na visualização, oferecendo maior profundidade e alto contraste das cores, além de inibir tremores humanos e garantir comodidade ergonômica ao cirurgião.

Vale destacar que o robô cirúrgico não realiza nenhum movimento sozinho. Caso o médico tire os olhos do visor do equipamento durante a cirurgia, imediatamente os comandos são travados e os braços do robô param de se mover.

BENEFÍCIOS

Entre os principais benefícios no uso de robôs cirúrgicos, estão, segundo a Unimed, o menor tempo de hospitalização, a redução de risco de infecção, o retorno mais rápido do paciente às atividades normais, menor perda de sangue, redução da dor, cortes mínimos com cicatrizes menores e maior precisão na operação em locais de difícil acesso como a pelve.

A orientação da Unimed é verificar se o seu médico oferece esse tipo de procedimento.

Deixe seu comentário: