Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Polícia encontra corpo de bebê de um ano que desapareceu no interior de SP; Padrasto é preso pelo crime - Centenário FM

Fale conosco via Whatsapp: +55 16 33853039

No comando: Painel Flashback

Das 00:00 às 02:00

No comando: Love Line

Das 00:01 às 03:00

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 00:01 às 06:00

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 02:00 às 03:45

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 03:00 às 07:00

No comando: Sertão Caboclo

Das 03:45 às 06:00

No comando: Só Clássicos Sertanejos 1 Ed

Das 06:00 às 07:00

No comando: Saudade Jovem

Das 06:00 às 09:00

No comando: Na Luz do Espiritismo

Das 07:00 às 07:20

No comando: Centenário Notícias

Das 07:00 às 09:00

No comando: Fala Comigo Senhor

Das 07:20 às 08:00

No comando: Domingão Sertanejo

Das 08:00 às 10:00

No comando: Manhã Sertaneja

Das 09:00 às 12:00

No comando: Balancê

Das 09:00 às 12:20

No comando: Coração Sertanejo

Das 10:00 às 12:00

No comando: Top 20

Das 12:00 às 13:00

No comando: Gospel Mix

Das 12:00 às 13:00

No comando: Top 30 2ED

Das 12:00 às 16:00

No comando: Vôo 104

Das 13:00 às 16:00

No comando: As Mais Mais

Das 13:00 às 16:00

No comando: Arena Sertaneja

Das 16:00 às 17:30

No comando: Relíquias Sertanejas

Das 16:00 às 19:00

No comando: Circuito de Rodeio

Das 16:00 às 19:00

No comando: Só Clássicos Sertanejos 2 ED

Das 17:30 às 19:00

No comando: Santa Missa

Das 19:00 às 20:00

No comando: Voz do Brasil

Das 19:00 às 20:00

No comando: Fetsival Sertanejo

Das 19:00 às 21:00

No comando: Vitrine Musical

Das 20:00 às 22:00

No comando: Momento com Deus

Das 20:00 às 22:00

No comando: Território Sertanejo

Das 20:00 às 22:00

No comando: Top 30 1 ED

Das 21:00 às 23:00

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 22:00 às 23:59

No comando: Lovenejo

Das 22:00 às 23:59

No comando: Love Line

Das 23:00 às 23:59

Polícia encontra corpo de bebê de um ano que desapareceu no interior de SP; Padrasto é preso pelo crime

A Polícia Civil encontrou na tarde desta quarta-feira (14) o corpo da bebê Maria, de um ano, que havia sido dada como desaparecida na véspera pelo padrasto. Segundo a polícia, a menina estava decapitada. O padrasto, que confessou o crime, está preso.

De acordo com a polícia, o corpo da bebê estava às margens da estrada que liga Taubaté a Pindamonhangaba. A polícia não deu detalhes de como ela teria sido morta mas informou que encontrou o corpo depois de um depoimento do padrasto, que havia registrado um boletim de ocorrência pelo desaparecimento.

“Ele confessou que matou a menina, não apresentou nenhuma razão. Infelizmente, disse que tinha matado, onde tinha deixado o corpo. Encontramos o corpo da criança sem a cabeça, também a cadeirinha e a roupinha que ela estava usando. A cabeça e o corpo estavam juntos. Ela não estava enterrada”, explicou a delegada responsável pelo caso, Renata Costilhas.

“Ele confessou que matou a menina, não apresentou nenhuma razão. Infelizmente, disse que tinha matado, onde tinha deixado o corpo. Encontramos o corpo da criança sem a cabeça, também a cadeirinha e a roupinha que ela estava usando. A cabeça e o corpo estavam juntos. Ela não estava enterrada”, explicou a delegada responsável pelo caso, Renata Costilhas.

À polícia, o homem contou que por volta das 11h desta terça-feira (13) teria deixado a menina na companhia de um homem em um ponto de ônibus na região central de Pindamonhangaba para usar o banheiro. Na volta, segundo a declaração do inicial do padrasto, percebeu que a menina tinha sido levada.

Em seguida, ele teria passado cerca de seis horas em busca da criança, até procurar a Polícia Civil para registar o caso. Os investigadores suspeitaram da versão do homem e contestaram o depoimento. Isso porque imagens das câmeras de segurança da região central desmentiam a versão dada por ele.

Na tarde desta quarta-feira (14) ele confessou ter matado a bebê de um ano e deixado o corpo às margens da estrada.

O corpo foi recolhido e levado ao Instituto Médico Legal de Taubaté. O homem foi levado para a delegacia de Pindamonhangaba, onde permanece preso. O conselho tutelar chegou a acompanhar o caso. O padrasto preso pelo crime morava com a mãe da criança, que tem outras duas crianças e está grávida de oito meses.

Corpo da bebê foi encontrado na tarde desta quarta-feira (14); padrasto disse à polícia na véspera que deixou a criança com um estranho em um ponto de ônibus para ir ao banheiro e que, ao voltar, não a encontrou. Câmeras de segurança desmentiram essa versão, e ele confessou ter matado a garota.

FONTE: G1

 

 

 

 

Deixe seu comentário: