Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Alzheimer: novo exame de sangue pode diagnosticar doença 20 anos antes - Centenário FM

Fale conosco via Whatsapp: +55 16 33853039

No comando: Painel Flashback

Das 00:00 às 02:00

No comando: Love Line

Das 00:01 às 03:00

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 00:01 às 06:00

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 02:00 às 03:45

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 03:00 às 07:00

No comando: Sertão Caboclo

Das 03:45 às 06:00

No comando: Só Clássicos Sertanejos 1 Ed

Das 06:00 às 07:00

No comando: Saudade Jovem

Das 06:00 às 09:00

No comando: Na Luz do Espiritismo

Das 07:00 às 07:20

No comando: Centenário Notícias

Das 07:00 às 09:00

No comando: Fala Comigo Senhor

Das 07:20 às 08:00

No comando: Domingão Sertanejo

Das 08:00 às 10:00

No comando: Manhã Sertaneja

Das 09:00 às 12:00

No comando: Balancê

Das 09:00 às 12:20

No comando: Coração Sertanejo

Das 10:00 às 12:00

No comando: Top 20

Das 12:00 às 13:00

No comando: Gospel Mix

Das 12:00 às 13:00

No comando: Top 30 2ED

Das 12:00 às 16:00

No comando: Vôo 104

Das 13:00 às 16:00

No comando: As Mais Mais

Das 13:00 às 16:00

No comando: Arena Sertaneja

Das 16:00 às 17:30

No comando: Relíquias Sertanejas

Das 16:00 às 19:00

No comando: Circuito de Rodeio

Das 16:00 às 19:00

No comando: Só Clássicos Sertanejos 2 ED

Das 17:30 às 19:00

No comando: Santa Missa

Das 19:00 às 20:00

No comando: Voz do Brasil

Das 19:00 às 20:00

No comando: Fetsival Sertanejo

Das 19:00 às 21:00

No comando: Vitrine Musical

Das 20:00 às 22:00

No comando: Vinicius e Augusto

Das 20:00 às 22:00

No comando: Território Sertanejo

Das 20:00 às 22:00

No comando: Top 30 1 ED

Das 21:00 às 23:00

No comando: Madrugada Sertaneja

Das 22:00 às 23:59

No comando: Lovenejo

Das 22:00 às 23:59

No comando: Love Line

Das 23:00 às 23:59

Alzheimer: novo exame de sangue pode diagnosticar doença 20 anos antes

Cientistas internacionais conseguiram desenvolver um exame de sangue que pode diagnosticar Alzheimer até 20 anos antes. A descoberta foi anunciada durante a Conferência Internacional da Associação de Alzheimer 2020 e publicada na revista “JAMA” simultaneamente.

O exame foi desenvolvido na Universidade de Lund, na Suécia, com testes também nos Estados Unidos e na Colômbia e identificou corretamente a doença em até 98% dos casos.

O estudo foi feito com 1.402 pacientes divididos em três grupos e concluiu que é possível usar este teste de sangue para analisar o biomarcador – a proteína fosfo-tau2017, considerada a maior culpada pelo Alzheimer – como forma eficiente de detectar a doença.

É que os níveis dessa proteína são elevados durante os estágios iniciais da doença.

A proteína tau2017 se acumula no fluido espinhal de pacientes com Alzheimer antes de desenvolverem sintomas. E esse acúmulo dela prevê com precisão a formação das placas prejudiciais que desencadeiam a morte das células cerebrais.

O novo teste pode substituir exames e testes caros no líquido espinhal, que hoje são as únicas maneiras de detectar a proteína antes que os problemas de memória comecem.

Fiona Carragher, da Sociedade de Alzheimer, disse que “um teste de diagnóstico econômico, preciso e não invasivo” seria um passo vital.

Tratamento

A descoberta é importante porque 35 milhões de pessoas sofrem com Alzheimer no mundo e o diagnóstico preventivo, antes do aparecimento dos primeiros sintomas, interfere no resultado do tratamento para aliviar os sintomas e retardar o avanço da doença, que ainda não tem cura.

Oskar Hansson, coordenador da pesquisa, explica que muitas pessoas com Alzheimer não são diagnosticadas corretamente e, por isso, não recebem o tratamento adequado.

O estudo ainda não foi concluído, mas os pesquisadores acreditam que os testes para detectar a doença possam estar disponíveis em até três anos.

 

FONTE: SÓ NOTÍCIA BOA

Deixe seu comentário: